Morre em Ilhéus esposa do ex-deputado estadual Clodoaldo Campos

Faleceu ontem (21), aos 98 anos, no Hospital do Cacau, em Ilhéus, a canavieirense Maria José Flores Campos, mulher do exdeputado estadual Clodoaldo Campos (PMDB).

Maria José nasceu em Canavieiras na rua do Brejo, hoje, General Pederneiras e era filha de João Flores Rodrigues e Edith Brasil Flores, Dona Didi. Atualmente morava em Salvador e foi a Ilhéus visitar amigos e familiares, quando sofreu uma queda e não resistiu a uma cirurgia no fêmur.

Viúva do ex-deputado estadual Clodoaldo Campos, falecido na década de 90, ela deixa dois filhos: Carlos Amado Flores Campos e Paulo Sérgio Flores Campos. Segundo Severo Gonzaga da Silva, ainda mora em Canavieiras uma de suas primas, D. Terezinha Sarmento.

Natural de Irará-BA, Clodoaldo Campos formou-se cirurgião dentista pela Faculdade de Medicina da Bahia, em Salvador, no ano de 1937 e, em 1938, veio para Canavieiras, onde atuou como dentista e agropecuarista. Na cidade também iniciou sua carreira política, exercendo mandato de vereador pelo Partido Social Democrático-PSD de 1947 a 1951, sendo reeleito pelo PSD, 1951-1955.

De 1955 a 1959 foi eleito prefeito de Irará pelo PSD e, a partir de 1959 exerceu sete legislaturas  de Deputado estadual passando pelos partidos PSD e MDB, que depois se tornou PMDB.

Grande parlamentar baiano, Clodoaldo foi fundador do MDB no estado e, dentre alguns dos seus projetos, destaca-se o Decreto Estadual nº 1576/61, de 14 de dezembro de 1961, que emancipou o município de Santa Bárbara, desmembrando-o de Feira de Santana, sendo o governador da Bahia na época, Dr. Juracy Montenegro de Magalhães. Ele também era conhecido por criticar com firmeza os governos militares.

Fotos do acervo pessoal de Severo Gonzaga da Silva e do historiador canavieirense, Durval França.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!