Romeiros de Canavieiras iniciam a 18ª Caminhada para Arraial d’Ajuda

Os devotos de Nossa Senhora d’Ajuda percorrerão 105 km para pedir proteção ou pagar promessas por graças recebidas

Um grupo de romeiros de Canavieiras partiu às 04 horas da manhã deste sábado (11), saindo da Padaria Brasília, Centro, com destino a Arraial d’Ajuda. Eles retornarão na próxima quarta-feira (15), após participarem da festa e procissão em homenagem à santa, onde vão pagar promessa por graça já recebida ou pedir proteção a nossa Senhora D’ajuda para mais um ano. Os primeiros 15 km serão de caminhada pela praia passando por Belmonte na sequência por Mogiquiçaba, Gauiú, Santo Antônio, Cabrália, Coroa Vermelha, Porto Seguro até chegar ao destino final.

Participam da caminhada este ano os romeiros Galego Sat, Júnior da Ótica, Lazáro Magnavita, Nelson Barbosa, Santos Sá, Daniel Espinheira, Antônio Cândido, Mateus Rocha, Val Pedras, Ruthe Rocha, Rafael Niela, João Calzonne, Adilson Souza, Boinha Freire, Leda Santos, Fidias Matos, Júnior da Lancha, Higor Oliveira e Beto Magnavita.

A caminhada até Arraial d’Ajuda já está em sua 18ª edição e festeja a santa padroeira de Arraial d’Ajuda, que é conhecida por interceder pela ajuda a seus filhos, junto ao Senhor e venerada sob os títulos: “ajuda dos cristãos”, “consolo dos aflitos”, “saúde dos enfermos”.

Em Canavieiras, o novenário à santa acontece no período de 6 a 15 de agosto e está sendo realizado na Comunidade N. Sra d’Ajuda, no Bairro Cidade Nova, com a oração do terço às 18 horas e celebração de missa às 19 horas.

 

História

O mês de agosto no sul da Bahia era um mês muito esperado, pois neste mês era e ainda é festejada a santa padroeira de Arraial d’Ajuda: Nossa Senhora d’Ajuda. Nesta época muitos canavieirenses iniciaram a tradição de ir em romaria participar da festa, que começa em 6 de agosto e em 15 de agosto, dia dedicado a santa, que atinge seu auge, com uma grande  procissão, onde milhares de pessoas louvam a santa e agradecem pelas graças recebidas.

O Santuário de Nossa Senhora d’Ajuda é considerado o mais antigo santuário católico do Brasil e sua festa a mais antiga do Brasil. O culto à Virgem da Ajuda chegou às novas colônias através das expedições marítimas do século XVI. No Brasil, a primeira capela de Nossa Senhora da Ajuda foi construída pelos cinco jesuítas pioneiros, no litoral sul da Bahia, hoje Arraial d’Ajuda, distrito de Porto Seguro. Eles vieram na comitiva de Tomé de Sousa, em 1549. Dentre os jesuítas que ergueram a igreja estava o padre Manoel da Nóbrega que nela celebrou a primeira Missa do Galo em solo brasileiro, em 1550.

Na primeira metade do século XX, a festa de Nossa Senhora d’Ajuda já tinha alcançado uma dimensão muito grande, com o arraial recebendo uma multidão de romeiros que ultrapassava muitas vezes a sua população. As multidões se deslocavam a pé ou a cavalo, pois até meados da década de setenta do século XX, não existiam estradas interligando os municípios desta região. Os romeiros de Canavieiras se deslocavam pelas praias, passando por Belmonte, Mogiquiçaba e Santa Cruz de Cabrália. Uma das mais animadas festas da Bahia, com milhares de pessoas, a maioria vindo de outras regiões, principalmente de outros lugares do sul da Bahia, norte do Espírito Santo e nordeste de Minas Gerais.

Depois da década de oitenta, com a transformação que o arraial sofreu, devido ao grande fluxo de turistas, a festa foi ficando cada vez menor e os romeiros deixaram de comparecer em grande número para homenagear a santa, e a festa foi ficando cada dia menor.

Print Friendly, PDF & Email

Um comentário em “Romeiros de Canavieiras iniciam a 18ª Caminhada para Arraial d’Ajuda

  • 12 de agosto de 2018 em 11:15
    Permalink

    Gostei mto do evento, parabéns a todos os romeiros.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!