Sul da Bahia é contemplada com Plano de Desenvolvimento Regional

O encontro representou o transbordamento de ações construídas por lideranças regionais

Ações e estratégias pensadas para a região Sul da Bahia foram apresentadas nesta segunda-feira, 13, no Teatro Municipal de Ilhéus, com a participação da sociedade civil, autoridades do Poder Público Municipal e Legislativo, instituições e entidades das cidades de Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Uruçuca, Canavieiras e Una. O evento também marcou o início do movimento Sul da Bahia Global, que tem a missão de formular, estimular e fomentar o programa de desenvolvimento integrado da Costa do Cacau 2034.

Ao som de canções regionais e manifestações artístico-cultural, o encontro destacou o transbordamento das ações construídas ao longo de oito (8) módulos do programa Líder do Sebrae, com o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável da região. Nesse contexto, o secretário geral do Parque Científico e Tecnológico do Sul da Bahia e diretor científico do Centro de Inovação do Cacau, Cristiano Villela Dias, apresentou os quatro eixos trabalhados: Educação, Infraestrutura, Paisagem e Meio Ambiente e Economia. Todos esses eixos possuem ações, com metas e indicadores para serem trabalhados.

Para a gerente regional do Sebrae em Ilhéus, Claudiana Figueiredo, o momento representou o nascedouro da formação, criação e elaboração da Agência de Desenvolvimento que vai incorporar e agregar todos os programas de desenvolvimento das instituições, a partir do recorte municipal de seis municípios. “Iremos estimular para que os Governos Federal, Estadual e Municipal se agreguem a esse desejo da sociedade, da iniciativa privada e do próprio Poder Público apoiando ao conjunto de ações que serão implementadas”.

Dentre os dados verificados pelas lideranças, verificou-se que 76% da população da Costa do Cacau estão concentrados nas cidades de Itabuna e Ilhéus. O cacau e o chocolate ainda são um dos vetores de desenvolvimento regional mais importantes. No entanto, o mais preocupante é o alto índice de analfabetismo, acima de 25 %, em algumas cidades da região. “Para isso, o plano visa investir em Educação Básica de qualidade, com o foco em formação, pesquisa e desenvolvimento, fundamentados na vocação e nas oportunidades regionais”, destacou Villela.

O Sul da Bahia é a primeira região do Estado a ser contemplada com o programa, que, segundo o coordenador da Unidade de Políticas Públicas e Desenvolvimento Regional do Sebrae Nacional, André Ligório, representa um movimento de lideranças para a construção de uma agenda de Desenvolvimento Regional.

Para a gerente de Ambiente de Negócios do Sebrae Bahia, Cecília Miranda, que representou o superintendente da instituição, Jorge Koury, “o próximo passo das lideranças é fazer com que esse plano transborde e que as ações que estão previstas e as metas consigam sair do papel”, declarou.

Expectativas

A partir de ações traçadas de modo estratégico, os representantes da várias instâncias municipais acreditam que é possível investir no desenvolvimento sustentável da região. Para o coordenador do Movimento Empresarial Sul da Bahia em Ação –  Mesb, Ronaldo Abude, o plano é muito importante para a região, pois é possível obter a visão de que região pode ser desenvolvida e que existem saídas e soluções. “O que a gente percebe é que podemos mudar esse destino, e nós temos a condição de fazer a transformação social que precisamos”, declarou.

O prefeito de Itacaré e presidente da Associação dos Municípios da Região Cacaueira, Antônio de Anízio, parabenizou a iniciativa do Sebrae, que escolheu os seis municípios com suas peculiaridades econômicas e culturais. “É um projeto em que vai deixar a região mais conhecida mundialmente, e, com isso, certamente os turistas vão visitar os nossos destinos e os empresários vão investir mais. A partir daí, com certeza alcançaremos o desenvolvimento sustentável em que todos irão ganhar”.

O secretário municipal de Indústria e Comércio da Prefeitura Municipal de Ilhéus, Paulo Sérgio Santos declarou que a partir da execução do plano, o município de Ilhéus vai tornar as informações mais acessíveis para todos, uma vez que a própria região vai ter acesso a isso. “Nós temos uma região muito limitada. Acho que essa unidade, vai trazer mais movimentação, tanto para Ilhéus como também para outras regiões”.

Na visão do presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL de Itabuna, Carlos Leahy, o plano representa a recuperação da região. “Vai servir de norte para vários prefeitos que queiram estar desenvolvendo o seu trabalho dentro das características de cada cidade”.

Já a coordenadora do Instituto Nossa Ilhéus, Socorro Mendonça declarou que a iniciativa reflete “um Sul da Bahia melhor, onde as pessoas vivam com mais igualdade, educação, com menos desconhecimento, com infraestrutura que verdadeiramente vai contribuir para que essa região seja querida por todos”.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!