Datafolha: Bolsonaro estagnado em 28% e Haddad vai a 22%

Petista se consolida em segundo lugar na corrida eleitoral; Ciro e Alckmin empatam em terceiro

O Datafolha divulgou nesta sexta-feira (28) o resultado da mais recente pesquisa de intenção de voto na eleição presidencial. Segundo pesquisa, o candidato petista venceria Bolsonaro em um eventual segundo turno com 45% dos votos contra 39% do adversário.

Divulgada a 9 dias do primeiro turno da eleição presidenciável, a pesquisa do Instituto Datafolha mostrou que o candidato Jair Bolsonaro se manteve nos 28%, mesmo percentual da pesquisa anterior, divulgada no último dia 19. Já Fernando Haddad subiu 6 pontos percentuais e foi de 16% para 22% no mesmo período.

Num eventual segundo turno entre os candidatos, na pesquisa anterior Haddad empataria com Bolsonaro e agora abriu seis pontos de vantagem. Alckmin também ganharia de Bolsonaro no segundo turno, com 7 pontos de vantagem e empataria com Haddad; Ciro venceria Alckmin por 6 pontos e Bolsonaro por 10 pontos.

Confira abaixo resultado da mais recente pesquisa do Datafolha para os demais candidatos:

Ciro Gomes (PDT) caiu de 13% para 11% e Geraldo Alckmin foi de 9% para 10%, ambos dentro da margem de erro estão tecnicamente empatados.

Marina Silva (Rede) caiu de 7% para 5% e João Amoedo (Novo) manteve seus 3% de intenções de voto, enquanto Álvaro Dias (Podemos) foi de 3% para 2%. Henrique Meirelles (MDB) segue em 2%.

Rejeição

Jair Bolsonaro continua sendo o mais rejeitado na pesquisa, apontado por 46% dos eleitores que declararam que não votariam de “jeito nenhum” no candidato no primeiro turno. A rejeição a Haddad é 32%, enquanto a de Marina é de 28%.

A taxa de rejeição a Geraldo Alckmin continuou em 24% e a de Ciro Gomes, 21%.

Vera Lúcia ficou com 18%. Cabo Daciolo, Boulos e Eymael são rejeitados por 17% dos eleitores ouvidos. Henrique Meirelles têm taxa de rejeição de 16%, Alvaro Dias,15%, Amôedo, 14%, e João Goulart Filho, 14%.

Eleitores que rejeitam todos os candidatos somam 4% e aqueles que votariam em qualquer um, 2%.

Para o levantamento, foram ouvidos 9 mil eleitores em 343 municípios dos dias 26 a 28 de setembro. Os números são quase idênticos aos da pesquisa Ibope divulgada no início da semana.

Foto: Folhapress/ Paulo Whitaker e Marco Leoni

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!