http://tabuonline.com.br/wp-content/uploads/2019/02/publi_728x90px.gif

Fragmento de osso de São Boaventura

Começam nesta segunda-feira, 1º de julho, os festejos em louvor ao padroeiro de Canavieiras, São Boaventura, cuja parte religiosa culminará no dia 14.

A tradicional lavagem das escadarias da matriz, como de costume, será no domingo que precede o dia 14, isto é, será dia 7.

Vale recordar um fato histórico de uma festa do padroeiro de 66 anos atrás: a veneração pelos católicos de uma relíquia vinda do Vaticano – um fragmento de um osso de São Boaventura.

Quem trouxera pouco antes tal relíquia foi Benício de Azevedo Machado, portador também de benção apostólica do papa Pio XII para os católicos canavieirenses.

Benício Machado era católico praticante e tinha visitado o papa como membro de uma delegação da Igreja da Bahia que estivera no Vaticano. Ele foi promotor público em Canavieiras e também deputado estadual.

Foi Benício Machado quem construiu a capela que existe no atual bairro de Atalaia, bem como duas outras em fazendas que possuía em nosso município e em Potiraguá, todas elas consagradas a Santo Antonio, seu santo de devoção. Benício Machado morreu aos 62 anos, a 19 de março de 1965.

A festa de São Boaventura de 1953 – há 66 anos – foi presidida pelo padre Agostinho Stauder e presentes também os padres Raimundo Araújo e Gaspar Sadock e o cônego Rubens Mesquita. A deste ano de 2019 tem à frente o padre Vinicius Mascarenhas e seu assistente padre Hugo.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!