Notícia postada em 10 de outubro de 2017 às 10:24

Mistério sobre dinheiro da Caixa continua

1234


 

Repercutiu bastante a matéria “Tem dinheiro de Canavieiras nas malas de Geddel”, que saiu originalmente no Tabu impresso de setembro, que circulou na semana passada, e também em Tabu Online.

Muitos leitores fizeram comentários, inclusive vários deles reproduziram a matéria nas redes sociais.

Geddel Vieira Lima está preso na Papuda, em Brasília, suspeito de mil-e-muitos malfeitos, inclusive de cobrar propina de grandes clientes da Caixa Econômica Federal, da qual foi diretor.

Aqui em Canavieiras, placas do governo anunciavam que dinheiro da Caixa bancaria a urbanização da orla marítima, a Passarela do Robalo, o Caminho da Fé e o próprio Parque Ecológico Luiz Eduardo Magalhães.

Em seu programa de rádio o então prefeito Almir Nonato se referia sempre a essas obras, dizendo que o apoio da Caixa era devido ao prestígio de Geddel e do seu irmão-deputado Lúcio Vieira Lima.

Lúcio agora também é suspeito de ter participação nas malas com 51 milhões de reais em espécie que a Polícia Federal encontrou num apartamento-cofre que estaria alugado a Geddel.

Como se sabe, fora dois pequenos trechos de calçamento na orla, nada mais foi feito em termos de obras em Canavieiras, nos últimos quatro anos, com dinheiro da Caixa.

 

A edição em pdf

(Pág. 01.indd)
Edições Anteriores