http://tabuonline.com.br/wp-content/uploads/2019/02/publi_728x90px.gif

Outros Dezembros – 3

O cego e músico mais famoso da região, o nosso Coleguinha, ganhou importante doação de Anisinho Sabino Loureiro e do casal Ignácio e Ruth Loureiro para a reforma de sua casa. Coleguinha, ou Raimundo Barbosa, com seu cavaquinho era sempre uma festa!

Esta notícia saiu em Tabu em Dezembro de 1990. Outros registros que também saíram naquela época são recordados a seguir:

• A Maçonaria está fazendo 100 anos em Canavieiras. Muitas solenidades, com presença de maçons de outras regiões e inauguração da Praça Maçônica.

• Licinho, Paulo Carvalho, Dr. Dácio, Boinha Cavalcante, Aristóteles, Luiz Machado, Otoniel – eis alguns pré-candidatos a prefeito para 1992.

• O juiz Antônio Candido recebeu o título de Cidadão Canavieirense em  grande solenidade no fórum e majestoso banquete no Espaço Santerê.

• Duas mil casas populares serão construídas em Canavieiras pela Empax Corporation, com dinheiro da Argentina, anunciou o prefeito Almir Melo.

• A cidade já tem uma nova promotora pública, Marly Freire Santos, que servia em N. S. do Livramento e que escolheu Canavieiras ao invés de Gandu.

• Trajano, Lecépis e Negão estão empenhados em tornar realidade o Clube Recreativo Berindiba, para o qual estão atraindo muitos sócios.

• O comércio está proibido de funcionar aos domingos, decretou o prefeito Almir Melo, que multará com 20 salários mínimos os desobedientes.

            • O advogado Nilton Bastos será o novo delegado de polícia de Canavieiras, assumindo o lugar que estava sendo ocupado pelo colega João Dias.

• A lanchonete e bar Praça Lanches, no centro do jardim da Praça da Bandeira, passa agora ao controle de José Roberto Melo de Souza.

• “Bicha burra nasce homem”, replicou Jorge Rignes, em vista de Alberto Thesbita ter aescrito que “Chamar Canavieiras de Canes é coisa de viado”.            

• Festejadíssimo o aniversário do médico Dácio Rolemberg, que com sua Alina recepcionou em sua bela casa apiscinada a fina flor canavieirense: Jaiminho-Lucinha, J. Pedrone-Anne, João Guilherme-Yeda, Hipolito-Leda, Zairo-Yara, Otoniel-Jocélia, Dr. Cândido-Luiza, Dizinho-Ana, Carlos-Eliana, Dr. José Goes e tantos outros. Foi tudo ao som do seresteiro Babau e um bufê baiano próprio de um Dia de Iansã.

Print Friendly, PDF & Email
error: Content is protected !!